“Não é que eu tenha total confiança de que os cientistas estão certos, é que tenho absoluta certeza de que os não-cientistas estão errados.”







____________________________________________________________________Isaac Asimov.













"A ignorância gera confiança com mais frequência do que o conhecimento: são aqueles que sabem pouco, e não aqueles que sabem muito, que tão positivamente afirmam que esse ou aquele problema jamais será resolvido pela ciência."



"Se o mistério da pobreza não for causado pelas leis da natureza, mas pelas nossas instituições, grande é o nosso delito. "





______________________________________________________________________________Charles Darwin.





_





.

"Vivendo sob as trevas do Holocausto e esperando ser perdoados por tudo o que fazem em nome do que eles sofreram parece-me ser abusivo. Eles não aprenderam nada com o sofrimento dos seus pais e avós."





"Nós podemos comparar (a situação palestina) com o que aconteceu em Auschwitz."





"Mas então ninguém percebe que matar em nome de Deus é fazer de Deus um assassino?"





________________________________________________________________José Saramago.




.


.


COSMOLÓGICA - A MATÉRIA HUMANA FORJADA NO CALOR DAS FORNALHAS ESTELARES DISTANTES!

Cosmológica

Sagan.


.





"A História está repleta de pessoas que, como resultado do medo, ou por ignorância, ou por cobiça de poder, destruiram conhecimentos de imensurável valor que em verdade perteciam a todos nós. Nós não devemos deixar isso acontecer de novo."




_______________________________________________________________________________Carl Sagan.





.

.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Minhas Monstrinhas.


Minha companheirinha estava comigo apenas há uns 2 meses.
Das 3 ela sempre foi minha favorita.
Quatro cachorrinhas foram abandonadas do lado da minha casa. Três delas entraram pelos espaços do portão e se abrigaram debaixo da casa. Uma foi esmagada por algum veículo grande, como um caminhão ou ônibus.
Cada uma das 3 me lembrava um bicho diferente. A peludinha parecia um ursinho de pelúcia, então eu passai a chamar de Ursa. A vermelhona me lembrava, pela cor não pela cauda, o símbolo do Firefox, então se tornou a Raposa. A amarelinha, a "menos linda" delas ficou com o nome de Loba. Muita personalidade que já me cativou desde o primeiro momento.
O pessoal da ONG Onda me ajudou muito em tudo e eu levava elas todo sábado pra feira de adoção que se realiza na frente da loja Radan, na parada 50 de Cachoeirinha.
Elas foram desverminadas e, em um certo dia, a Ursa começou a passar muito mal e levei pra ser atendida na Stanivet pelo dr. Rogério. Eu, homem velho, chorava feito criança. Revertida a situação naquele momento, se levantou a suspeita de ser a maldita Cinomose. Como ela retornou super bem se considerou que poderia ter sido alguma intoxicação.
Mais adiante, nas feiras seguintes, a linda Raposa foi adotada por uma senhora muito bacana, que faz roupinhas para cães, a dona Dalva. Ela mudou seu nome para Estrela.
Na feira seguinte foi a vez da Ursinha. Uma jovem se apaixonou loucamente por ela e a levou, mudando seu nome na hora para Ramona. Fiquei com a minha amarelinha Loba, que sentiu muito a falta das irmãs dela.
Infelizmente a Ursinha passou muito mal novamente. Foi levada para o mesmo veterinário, que não teve dúvidas, confirmou a Cinomose, agora plena em seus sintomas, que vim a conhecer mais tarde, pesquisando a respeito. A menina que a adotou não conseguiu ficar com ela porque ainda estava muito traumatizada pela perda recente de sua cachorrinha. Era compreensível até.
A Ursa foi estabilizada e passou toda a semana comigo e com sua irmã, a Loba. Apesar da recomendação de isolamento, no segundo dia já deixei as duas juntas. O motivo era simples: elas já se rolavam na grama e se lambiam e mordiam há muito tempo, desde antes da primeira manifestação da doença. Sendo tão contagiosa, era mais que óbvio que a minha Loba já estava contaminada por essa maldita doença e, na noite que elas passaram separadas, choraram quase todo tempo uma para outra.
Naquele fim de semana a Ursinha piorou muito e seu estado passou a ser desesperador no domingo à noite. A mantive dentro da minha casa, aquecida e protegida. E pra que a Loba não ouvisse seu choro, tão fraquinho já. Estava decidido a leva-la para o procedimento de eutanásia pra que não sofresse mais. Segunda de manhã, logo depois de entrar em contato pra acertar o procedimento, ela morreu.
A Clara, da ONG Onda, me ajudou como sempre fez com as medicações, a dar o devido encaminhamento para o corpinho dela.
Nas semanas seguintes a minha Lobinha ficou sob severa observação e, no instante que apresentou o primeiríssimo sintoma já foi devidamente medicada, comigo como seu enfermeiro particular constante. Foram os sintomas da forma leve da doença. Apenas uma conjuntivite, tosse e secreção nasal. Sem nenhuma manifestação neurológica.
Esses sintomas foram cedendo um a um a começar pela tosse, depois a conjuntivite e, quando a secreção parecia estar acabando, começaram fortes manifestações neurológicas nela. Foi tudo muito rápido e mesmo com essa melhora no clima, que deveria ter nos ajudado, mas não adiantou.
Em um dia apenas ela decaiu assustadoramente e neste último domingo (também num domingo) piorou de vez. Ela já não me reconhecia mais e parecia uma zumbi andando pra lá e pra cá, até nem mais conseguir ficar de pé.
Hoje, segunda, 04 de julho de 2016, levei minha Lobinha para o procedimento de eutanásia. Eu tinha prometido pra ela que ela não ia sofrer até a morte que nem a irmãzinha dela. Pelo menos essa promessa eu consegui cumprir.
Minha companheirinha de tão pouco tempo, que roubou minha atenção e, admito francamente, meu coração, agora descansa em paz.
A única certeza que tenho é que, apesar desse curto tempo de vida que teve, ela e as irmãs passaram de abandonadas para a condição de serem muito amadas e cuidadas com muito carinho.
Eram minhas princesinhas e foram tratadas como tal. Afinal, eu é que fui escolhido por elas, pra começo de conversa.
As minhas monstrinhas, que me mordiam as mãos e eu dava risada. Nada que é bom parece que foi feito pra durar...

Ursinha

Lobinha

Raposinha










video video

sábado, 28 de fevereiro de 2015

É fácil se livrar dos mosquitos?

Sua ideia de passar dias relaxantes no campo pode se transformar em um inferno se você tiver a companhia de desagradáveis mosquitos.

Mas para livrar-se dos insetos, existe uma dica valiosa: basta pingar algumas gotinhas de óleo de lavanda em um copo com água e espalhar a mistura sobre os móveis e áreas expostas do seu corpo.

O cheiro da lavanda é insuportável para os mosquitos e você os verá se afastarem rapidamente. Simples assim.


º






º

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

domingo, 26 de outubro de 2014

AS ESCOLHA ENTRE OS BOIS DE PARINTINS.

°
 

Hoje as pessoas sairão de casa por serem OBRIGADAS a se apresentarem para exercerem seu DIREITO. Soa contraditório? Não se espante você não é o único a notar isto.

Sim, algumas pessoas virão comentar esta frase de abertura, buscando justificar o injustificável. Toda tentativa é válida, mesmo as que são fadadas ao fracasso.

Nada mais justifica(no melhor das hipóteses explica) a legitimação de um sistema político de democracia REPRESENTATIVA.

Quando a gente quiser virar um povo adulto, daí pode ser que venhamos a dar o próximo passo evolutivo: a democracia PARTICIPATIVA DIRETA ou AUTOGESTÃO.

Por enquanto ainda somos uma nação de bebês. Pois é, continuaremos a sujar as fraldas.

Amanhã as pessoas serão forçadas a escolher entre dois ANTIPROJETOS de país(não confunda com a palavra anteprojetos). O pior é que são gêmeos univitelinos, praticamente idênticos.

Ao menos o empresariado envolvido é exatamente o mesmo, sem tirar e nem pôr. Você notou isso, ao menos?

E as pessoas acreditando que estão discutindo propostas para o futuro, quando estão meramente debatendo frivolidades de cunho futebolístico: "o meu partido é melhor que o teu"; "o teu rouba mais que o meu" e tal e coisa com a mesma leviandade, a mesma superficialidade de quem compara times de futebol ou os bois de Parintins.

Eu me recuso a escolher o "menos pior", tanto quanto me dói este constante assassinato do idioma que reproduzi. Escolher aquele que não é tão ruim não basta, até porque não está presente entre as opções e nunca esteve.

Onde estão os PROJETOS DE PAÍS? Quais as referências? A que preço?
Nenhum político apresenta isso. Mas alguém entre nós dá conta de responder a estas e outras perguntas?

Tenho certeza que sim. Ao menos irão surgir alguns "salvadores da Pátria" e outros donos de verdades absolutas, que não vão passar de equívocos históricos requentados devido ao desconhecimento e leviandade.

Talvez você me pergunte: "então, seu chato, qual é solução?"
E eu responderei, com outra pergunta:
"Tá perguntando pra mim, tonto? Vai à luta, pesquisa, converse, avalie e descubra."

A solução não vai estar com uma pessoa. Em especial, não vai estar sob as rédeas de UMA pessoa.

Esqueçam as lideranças políticas e religiosas.
Particularmente eu me sinto tentado a instigar que se enforquem todos os líderes e aqueles que por ventura venham a se levantar para autoproclamarem-se lideranças. Mas isto seria um absurdo.
Seria... Né? Ah, ok seria então. Tá bom eu concordo que seria.

Façam pior do que mata-los: os desprezem e se esforcem para pensar com seus próprios cérebros.
"Ah! Mas eu penso com meu próprio cérebro já!"
Ô criança! Não se iluda.
Vai sair de casa hoje para escolher entre um dos dois "Bois de Parintins", né?
Isso já diz tudo.

 
°

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Pentas, hexas e primeiras conquistas que valham a pena.

º
 
 
Adoro futebol e curto muito Copa do Mundo e a Seleção Brasileira. Mas isso não me impede de ver e de pensar e nem deveria mesmo.
 
É bom ser penta campeão, não é? Cinco vezes campeão de futebol do planeta. Ainda mais se considerarmos nossos vizinhos, os países aqui ao lado.
 
Pois bem, eles não têm títulos de futebol como temos, mas atentem para a dura verdade de que muitos deles têm até mais de um PRÊMIO NOBEL enquanto nós amargamos nenhum.
 
Eis alguns exemplos:
 
Colômbia
1.Gabriel García Márquez, Literatura, 1982
_
 
Chile
1.Pablo Neruda, Literatura, 1971
2.Gabriela Mistral, Literatura, 1945
_
 
Peru
1.Mario Vargas Llosa, Literatura, 2010
_
 
Venezuela
1.Baruj Benacerraf, Fisiologia ou Medicina, 1980
_
 
Ainda tem nossos hermanos argentinos com nada mais e nada menos que CINCO PRÊMIOS NOBEL! Sim, ELES são PENTACAMPEÕES em algo mais importante que futebol:
 
1.César Milstein, Fisiologia ou Medicina, 1984
2.Adolfo Pérez Esquivel, Paz, 1980
3.Luis Federico Leloir, (nascido na França, mas cidadão argentino) Química, 1970
4.Bernardo Houssay, Fisiologia ou Medicina, 1947
5.Carlos Saavedra Lamas, Paz, 1936
_
 
E há alguns outros países bem menores, menos conhecidos e até mais pobres que o nosso que também produziram pessoas que atingiram este mérito:
 
Bangladesh
1.Muhammad Yunus, Paz, 2006
2.Grameen Bank, Paz, 2006
_
 
Ilhas Faroé(alguém sabe onde fica?)
1.Niels Ryberg Finsen, Fisiologia ou Medicina, 1903
_
 
Costa Rica
1.Óscar Arias Sánchez, Paz, 1987
_
 
Gana
1.Kofi Annan, Paz, 2001
_
 
Guatemala
1.Rigoberta Menchú, Paz, 1992
2.Miguel Ángel Asturias, Literatura, 1967
_

Iémen
1.Tawakel Karman, Paz, 2011
_
 
México
1.Mario J. Molina, Química, 1995
2.Octavio Paz, Literatura, 1990
3.Alfonso García Robles, Paz, 1982
_
Nigéria
1.Wole Soyinka, Literatura, 1986
_
 
Quénia
1.Wangari Maathai, Paz, 2004
_
 
Trinidad e Tobago
1.V. S. Naipaul, Literatura, 2001
_
 
Timor-Leste
1.Carlos Filipe Ximenes Belo, Paz, 1996
2.José Ramos-Horta, Paz, 1996
_
 
Portugal
1.José de Sousa Saramago, Literatura, 1998
2.António Caetano de Abreu Freire Egas Moniz, Fisiologia ou Medicina, 1949
_
 
Percebe-se que os Prêmios Nobel da Paz costumam ir para países pobres, justamente porque muitos de seus ganhadores coordenam iniciativas para amenizar ou acabar com a pobreza de seus povos. Mas muitos deles também conquistam excelência em campos como a literatura e a medicina.
 
E então, o que é melhor de se comemorar: um hexacampeonato em futebol ou um primeiro Prêmio Nobel em Literatura, Medicina, Física?
 
Mas nada de pensamento binário, porque uma coisa não anula a outra. Que venha o hexa, sim, mas que cuidemos de também conquistar outros prêmios de mais alto valor.
 
Afinal, quem quer ficar atrás da Argentina, pentacampeã sul-americana do Nobel?
 
 
_LPR_
 
 
º
 

segunda-feira, 3 de março de 2014

A inversão do ônus da prova.

º


Vejamos a consequência de se acreditar em QUALQUER MITO que se EXIMA de prova:
sacrífico humano, sacrifício animal, infanticídio, genocídio, dízimo, inquisição, tortura, moralismo, hipocrisia, idolatria, subserviência, corrupção, machismo, racismo, xenofobia, abuso infantil, escravidão, dogmatismo...

A que mito estou me referindo? Escolha: O IIIº Reich, a Quimbanda, o Islamismo, a Ku Klux Klan, o paganismo, o cristianismo, o satanismo, o catolicismo, o judaísmo, o pentecostalismo, o neopentecostalismo, o espiritismo, o stalinismo, a monarquia, o liberalismo, o neoliberalismo, o imperialismo, os illuminatis, os rosacruzes, os maçons, pókemons, thundercats...

À exceção óbvia dos dois últimos citados, os mitos ou doutrinas relacionados são exemplos sérios em que se deve levar em conta o detalhe da isenção da prova ou da transferência do ônus da prova para os outros.

Quem quer ser levado a sério e ter credibilidade, tem a obrigação de provar-se sério e digno de crença. Nenhum deus ou deusa foi capaz de tal façanha. E bem poucas pessoas também a realizaram.

Em toda crença existem só dois tipos de pessoas:
1) Os CRÉDULOS, que se caracterizam por acreditarem e seguirem, sem nenhum questionamento, dogmas impostos por uma casta de autoproclamados arautos de alguma verdade ou divindade.
2) LÍDERES que se autoproclamam arautos divinos e que exercem domínio filosófico incondicional sobre os crédulos e deles fazem uso e extraem tudo que lhes convém.

Quando uma doutrina se exime da prova ela deixa claro não ter interesse na verdade e abre espaço para a corrupção e deturpação dos valores que alega defender.

A quem se exime da prova falta tanto ética quanto coragem e, provavelmente, também a verdade.
Então não tema e nos prove a existência de Deus. Aguardo pacientemente.

Nas lista das "consequências em se acreditar em mitos que se eximam de prova", acabei esquecendo uma das mais óbvias que é a homofobia.

Curioso notar como os líderes religiosos dizem que "não odeiam os homossexuais, mas sim o pecado da homossexualidade".

Mesmo assim incitam em discursos contundentes a seus fiéis um asco social em relação aquelas pessoas que eles dizem não odiar.

Mesmo assim desejam negar direitos civis primários como o de formar uma família ou o de viver o amor que lhes é possível da forma mais plena que podem. Continuam a dizer que não os odeiam.
Querem ter o direito de negar trabalho a um homossexual por não concordarem com sua identidade sexual. Mas não os odeiam.

Sem odiá-los e até mesmo dizendo que os amam, estes líderes religiosos incitam seus rebanhos a mobilizarem-se politicamente pra prejudicar os homossexuais. O que fariam então se os odiassem?

O "ato moral" que rezam proceder se baseia na crença em uma divindade, em escritos antigos considerados sagrados, mas principalmente na interpretação dada por AUTOPROCLAMADOS arautos dessa verdade divina. Nada disso se confirma em prova clara, concreta e objetiva. No entanto se pretende impor a toda uma sociedade desrespeitando os princípios humanos de diversidade, democracia e liberdade.

Como é mesquinho, pouco inteligente, perigoso e mesmo criminoso, crer cegamente em mitos que se eximem de prova!


º

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Darwin e os pombos.

º 



DNA de pombos prova que Darwin estava certo.
 
 
O ser humano criou centenas de raças de pombo doméstico, de vários formatos, cores e atributos – diversidade que cativava Charles Darwin a ponto de ele realizar experimentos de criação de raças com seus pombos. Diversos genomas de pombos domésticos e selvagens foram agora sequenciados pela primeira vez, oferecendo aos cientistas recursos para analisar geneticamente a evolução dessas características.

O estudo foi publicado online esta semana na revista Science e oferece um insight da genética das raças exóticas de pombos domésticos e de pombos de rua inalterados e apoia sua origem comum no pombo da rocha (Columba livia). "Passamos da ausência quase total de recursos genéticos ou genômicos para a capacidade de mapear regiões associadas a características particulares", afirma Michael Shapiro, membro da equipe e biólogo da Universidade de Utah, em Salt Lake City.





Tudo em família.

A equipe de Utah, juntamente com Jun Wang e seus colegas do Instituto de Genômica de Pequim, em Shenzhen, na China, e cientistas da Universidade de Copenhagen, na Dinamarca, sequenciaram um genoma de referência completo a partir de uma raça chamada pombo volteador. Os pesquisadores também sequenciaram os genomas de 36 raças exóticas e de dois pombos selvagens de regiões diferentes dos Estados Unidos.

O estudo complementa o conhecimento existente sobre a relação entre as raças. Muitas possuem centenas de anos e têm origem no Oriente Médio. Darwin afirmava que a origem de todas as raças de pombos estava no pombo da rocha. Shapiro afirma que esse estudo fornece dados em apoio a esse argumento, uma vez que todas as raças sequenciadas são mais semelhantes geneticamente umas às outras que em relação a uma espécie estreitamente relacionada, a C. rupestris.

Ele também descobriu que o pombo de rua é semelhante geneticamente ao pombo-correio, que escapa com frequência, passando a viver em liberdade.


Ornamento e utilidade.

A pergunta que surge é se características semelhantes de raças diferentes, como as penas arrepiadas das patas ou os bicos curtos, são produzidas pelas mesmas mutações genéticas.

Os pesquisadores analisaram as cristas, penas que crescem na direção contrária e são desde tufos baixos a penas em quantidade exagerada envolvendo a cabeça. Estudos de raças feitos por criadores de pombos sugeriram que as cristas foram produzidas por uma simples mutação recessiva. Com o uso de softwares desenvolvidos para descobrir genes causadores de doenças humanas, os pesquisadores analisaram raças com e sem cristas e descobriram em todas elas uma mutação em um gene associado a cristas. Os resultados sugerem que o desenvolvimento da mutação ocorreu apenas uma vez nas espécies.

As cristas são "uma das muitas características observadas em pombos domésticos que possui correspondente em diversas espécies de pássaros da natureza", onde são usadas para cortejar e como demonstração de agressividade. Mais pesquisas conseguirão descobrir se esse gene está envolvido na produção de cristas em outras espécies. De maneira semelhante, os cientistas podem usar a genética dos pombos para estudar o aparecimento de características mais complexas, afirmou Shapiro.

Estudioso da genética dos animais domésticos da Universidade de Uppsala, na Suécia, Leif Andersson afirma que o trabalho aborda uma lacuna em nosso conhecimento sobre os pombos, que tem sido superado pelo conhecimento sobre galinhas, porcos e cachorros. As espécies domesticadas são ferramentas importantes para a genômica comparativa, com características elaboradas pelos seres humanos ao longo de milhares de anos. "Os animais domésticos diferentes se complementam", afirmou, "porque foram selecionados para objetivos diferentes".



Por Courtney Humphries de The New York Times News Service/Syndicate.
 
 
 
º 

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Super Heavy.

º

Miracle Worker


Tom: E 
 
 [Damian Marley]  
C#m            F#m
Now this one reaching out to all the lovers
                               C#m
Who might be thinking of breaking up...huh,
                 F#m
Or maybe even macking up, check it

C#m                 F#m 
  
 [Joss Stone]
I missed a part of you
            C#m
I can't get back 
 
 [Damian Marley] 
Don't be a silly nilly,
                   F#m
I'm always here for ya,

Through the thinck and thin,
                       C#m
Not just because we argue
                     F#m 
 
 [Joss Stone]
See, i wanted to be true

But i can't do that
C#m 
  
 [Damian Marley]
Why not, what's stopping you?
                 F#m
Don't be preposterous.

I've got a lot of love,
                  C#m
Not just a lot of lust
                   F#m 
 
 [Joss Stone]
If i only wasn't a fool
        C#m
I'd be loving
  
 [Damian Marley]
Well that's your own opinion
                       F#m
And ou're entitled to it.

I'll be lost in oblivion
                             C#m
If we don't continue through it
                               F#m 
 
 [Mick Jagger] 
There's nothing wrong with you I can't fix!
C#m                      F#m
I come a runnin' with my little bag o'tricks
C#m                 F#m
In an emergency I'm very well prepared
C#m                               B
My scapel, mask and gloves; don't ever get too scared 
 
 
[Chorus] 
 
 E                 A
Ooohooo, you're a miracle worker
E                 C#M         B
Ooohooo, you're a surgeon of love (you have a medical condition)
E               A
Ooohooo, can't wait to fix me up.
      F#m                                A              B      C#m
And I promise I'll be back again, if tou work your miracles on me

C#m              F#m 
 
 [Joss Stone] 
Your mentaly was fresh,
               C#m
It touched my soul
       F#m                                                     C#m
(invigorating and refreshing, and interesting, and it feels right)
C#m                       F#m
My heart was drowning in stress,
                         C#m
But you brought out the best in me
        F#m                                                C#m
(love has a tendency, so i've been told, and so it seems like

C#m                       F#m 
 
 [Mick Jagger] 
My love and laser will regenarate your heart
    C#m                           F#m
No need for anesthetics, i'll go check your charts
C#m                   F#m
I will reshape you, recast you from the mold
   C#m                          B
A brand new beatiful woman will blossom from the old 
 
 
 [Chorus] 

E                 A
Ooohooo, you're a miracle worker
E                 C#M         B
Ooohooo, you're a surgeon of love (you have a medical condition)
E               A
Ooohooo, can't wait to fix me up.
      F#m                                A              B
And I promise I'll be back again, if tou work your miracles on me

Solo: E  A  E  C#m  B  E  A  F#m  A  B 
 
 
 [Chorus] 
 
E                 A
Ooohooo, you're a miracle worker
E                 C#M         B
Ooohooo, you're a surgeon of love (you have a medical condition)
E               A
Ooohooo, can't wait to fix me up.
      F#m                                A              B
And I promise I'll be back again, if tou work your miracles on me

A              B      E
Work your miracles on me
 
º



°

Milagreiro

[Damian Marley]
Essa aqui vai para todos os apaixonados
Que poderiam estar pensando em terminar... huh,
Ou, talvez, reatar... Saca só

[Joss Stone]
Sinto falta de uma parte sua
Não posso voltar atrás

[Damian Marley]
Não seja boba,
Sempre estarei aqui para você,
Por meio de trancos e barrancos
Não somente porque brigamos

[Joss Stone]
Entenda, queria que isso fosse sério
Mas não posso fazer isso

[Damian Marley]
Por que não? O que te impede?
Não seja ridícula
Tenho muito amor
Não muita luxúria

[Joss Stone]
Se ao menos eu não fosse uma idiota
Eu estaria amando

[Damian Marley]
Bem, qual a sua opinião?
Você tem direito a uma
Cairei no esquecimento
Se você não tomar alguma providência

[Mick Jagger]
Não há nada de errado em você que eu possa consertar
Virei correndo de mala e cuia
Em uma emergência, estarei preparado
Meu bisturi, minha máscara e luvas; não tenha medo

[Refrão]
Ooohooo, você é um milagreiro
Ooohooo, você é um cirurgião de amor (você tem um problema)
Ooohooo, mal posso esperar para ser atendido
E prometo que voltarei, se você fizer um milagre em mim.

[Joss Stone]
Sua mentalidade era boa,
Tocava minha alma
(Revigorante, refrescante e interessante, e isso era bom)
Meu coração estava se afundando em estresse
Mas você trouxe o melhor dentro de mim
(O amor tem uma tendência, e tenho dito, isso é o que parece)

[Mick Jagger]
Meu amor e meu laser vão curar seu coração
Não é preciso anestesia, vou ver seu raio-X
Vou te remodelar, reformulando o seu molde
Uma maravilhosa, bela e nova mulher florescerá dessa antiga

[Refrão]
Ooohooo, você é um milagreiro
Ooohooo, você é um cirurgião de amor (você tem um problema)
Ooohooo, mal posso esperar para ser atendido
E prometo que voltarei, se você fizer um milagre em mim.

º

domingo, 21 de outubro de 2012

Einstein e As Pedras.

 º



"Para Einstein, não existia essa verdade absoluta. A mesma paisagem podia ser uma coisa para o pedestre, outra coisa totalmente diversa para o motorista, e ainda outra coisa diferente para o aviador. A verdade absoluta somente podia ser determinada pela soma de todas as observações relativas.
Em oposição à doutrina newtoniana, Einstein declarava que tudo se acha em movimento (e não que tendem a permanecer em repouso).

E explicava que as velocidades dos diversos corpos em movimento no Universo são relativas umas às outras. A única exceção a essa relatividade do movimento, era a velocidade constante da luz, a maior que conhecemos, constituindo o fator imutável de todas as equações da velocidade relativa dos corpos em movimento. Além da velocidade, a lei da relatividade aplicava-se também à direção de um corpo em movimento.

Por exemplo, ao deixar cair uma pedra do alto de uma torre ao solo, para nós parecerá que caiu em linha reta; para um observador hipotético (pessoa ou um instrumento registrador) situado no espaço, a pedra descreveria uma linha curva, porquanto se registraria não só o movimento da pedra sobre o nosso planeta, mas também o movimento do planeta em redor do seu eixo; e para um terceiro observador, em outro planeta sujeito a um movimento diferente da Terra, a pedra descreveria outra linha diferente.

Todas as trajetórias, ou direções, de um corpo em movimento eram, pois, relativas aos pontos de onde se observava o deslocamento desse corpo. Ainda havia um terceiro fator na relatividade: o tamanho de um corpo em movimento. Todos os corpos se contraem ao mover-se: para um observador num trem em grande velocidade, o trem é mais comprido que para um observador que o vê da margem da via férrea; a contração de um objeto em movimento aumentaria proporcionalmente à velocidade."


Extraído do site Brasil Escola.



Todos conhecem uma famosa frase que serviu como resposta à pergunta de quais seriam as armas usadas numa eventual Guerra Mundial: "Não tenho a menor ideia de qual armas se usarão em uma Terceira Guerra Mundial, mas certamente a Quarta será com paus e pedras".

Existe uma estorinha sobre um escrito encontrado posteriomente à morte dele, onde se lê: "EINSTEINQUERSEREINSTEIN", em alemão é claro.
A pesquisadora que encontrou teria iniciado uma busca biográfica a partir disso, devido a curiosidade que surgiu a partir de tal frase, que teria sido escrita em seus últimos dias.

Após uma longa peregrinação a todos os países e lugares em que se sabe que Einstein estivera, ela teria encontrado em um vilarejo(não lembro onde, mas me parece que foi em um país oriental, como a Índia talvez; não posso afirmar) um ancião que conhecera Einstein quando ainda era menino e lhe contou sobre uma frase que impressionou o cientista, dita pelo avô desse senhor.

Trata-se, até onde sei, de uma estória fictícia cuja autoria desconheço. Faz muito tempo que me deparei com ela e o que vale é a essência de uma mensagem de humildade, conhecimento e discernimento que são características exaltadas em Einstein, bem como a de um universo autônomo, cujas partes se determinam e se resolvem.

Depois de muito viajar pelo mundo, Einstein estaria passeando pelos campos desse tal país oriental quando se deparou com um velho homem e seu neto brincando de fazer as pedras deslizarem pela água ao serem arremessadas. Não consta que o homem conhecesse quem era o cientista que se aproximara.



O velho homem perguntou ao estrangeiro(provavelmente em inglês):
- Por que a pedra caia depois de algum tempo de ser arremessada?
Obviamente que o cientista mais famoso de todos os tempos buscou uma forma didática e respeitosa para explicar a cerca das forças da gravidade, inércia...
- Nada disso - disse o homem - A pedra cai porque acaba sua vontade de continuar voando.
Em silêncio, o grande cientista continuou a ouvir a explicação que deveria considerar absurda, mas não sentiu assim.
- Tudo que existe e age, o faz pela própria vontade de que seja assim. Minha vontade de arremessar a pedra se soma à vontade dela de voar e quando ambos os desejos diminuem, ela começa a cair. O que me diferencia desta pedra é que eu quero ser quem sou e a pedra quer ser uma pedra. Tudo é fruto do desejo de ser e fazer. Um homem quer ser um homem; uma pedra quer ser uma pedra.

Tal afirmação teria surtido um efeito poderoso sobre as ideias de Albert Einstein.

Se considerarmos mais uma vez que na frase que foi encontrada, os termos em alemão dizem que ein stein(traduzindo: uma pedra) quer ser Einstein ou que Einstein quer ser uma pedra, além do que UMA PEDRA quer ser UMA PEDRA, pode ser mesmo que a ideia inicial e mais óbvia possa ser a mais correta: Einstein quis ser Einstein.


º

domingo, 12 de agosto de 2012

NASA View.


_



_



_



_



_



_



_



_



_



_

Como acabar com a insônia?

A cena é sempre a mesma. Você passa horas na cama, virando de um lado para o outro e nada de dormir. O pior é que no dia seguinte você tem que acordar cedo para uma reunião e o sono não vem.

Na série Urawaza, confira uma dica simples para acabar de vez com a insônia. Antes de dormir, coma um pouco de aveia com leite.

A aveia contém o aminoácido triptofano que aumenta a produção de serotonina no organismo, o que provoca relaxamento. Já o leite, contém carboidratos que ajudam o triptofano a chegar mais rápido no cérebro, o que auxilia o processo de indução do sono.

O triptofano também é encontrado em outros alimentos como banana, iogurte e peru.

_


_

terça-feira, 10 de julho de 2012

História da Educação de Surdos.

O CONFLITO DO CONGRESSO DE MILÃO 1880.

Esta história dos surdos é uma decepção, simplesmente reinvocando e reescrevendo a dominação e a exclusão que têm mais freqüentemente sido conhecidas como os “marcadores” da experiência histórica das pessoas surdas (Wrigley, 1996)

Nenhuma outra ocorrência na história da educação de surdos teve um grande impacto nas vidas e na educação dos povos surdos. Houve a tentativa de fazer da língua de sinais em extinção.

Em 6 até 11 de setembro de 1880, houve um congresso internacional de educadores surdos em cidade de Milão na Itália. Neste congresso, foi feita uma votação proibindo oficialmente a língua dos sinais na educação de surdos.

Este congresso foi organizado, patrocinado e conduzido por muitos especialistas ouvintistas, todos defensores do oralismo puro. Do total de 164 delegados, 56 eram oralistas franceses e 66 eram oralistas italianos; assim, havia 74% de oralistas da França e da Itália. Alexander Grahan Bell teve grande influência neste congresso.

Os únicos países contra a proibição eram os Estados Unidos e Grã- Bretanha, havia professores surdos também, mas as suas ‘vozes’ não foram ouvidas e excluídas de seus direitos de votarem. Vejam as seguintes oito definições que foram declaradas e votadas durante o Congresso, que mudou drasticamente toda a história de surdos.

Definição 1

Considerando em exceção de preferência de sinais do que de fala ao integrar o surdo-mudo à sociedade, e em dar-lhe um conhecimento melhor da língua, Declara:

Que o método oral deve ser preferido do que a de língua de sinais para o ensino e na educação dos surdos-mudos. 160 votação a favor e 4 contra em 7/9/1880.

Definição 2

Considerando que o uso simultâneo da fala e de língua de sinais tem a desvantagem de prejudicar a fala, a leitura labial e a precisão das idéias, Declara:

Que o método oral puro deve ser preferido. 150 votação a favor e 16 contra em 9/9/1880.

Definição 3

Considerando que um grande número de surdos-mudos não estão recebendo os benefícios da educação, e que esta circunstância é devida à ineficácia das famílias e das instituições, Recomenda: que os governos tomem as medidas necessárias para que todos os surdos-mudos possam receber educação. Votação a favor unanimemente em 10/9/1880.

Definição 4

Considerando-se que o ensino ao surdo oralizado pelo Método Oral Puro deve se assemelhar tanto quanto possível ao ensino daqueles que ouvem e falam,Declara:

a) Que o meio mais natural e mais eficaz através do qual o surdo oralizado pode adquirir o conhecimento da língua é o método “intuitivo”, o qual consiste em expressar-se primeiramente pela fala, e em seguida através da escrita, os objetos e os fatos que são colocados diante dos olhos dos alunos.

b) Que no período inicial, ou maternal, o surdo-mudo deve ser conduzido à observação de formas gramaticais por meio de exemplos e de exercícios práticos, e no segundo período ele deve receber auxílio para deduzir as regras gramaticais a partir dos exemplos, expressadas com o máximo de simplicidade e clareza.

c) Que os livros, escritos com palavras e em formas lingüísticas familiares aos alunos, estejam sempre acessíveis. Aprovado em 11/09/1880.

Definição 5

Considerando-se a carência de livros elementares o suficiente para auxiliar no desenvolvimento gradual e progressivo da língua, Recomenda: Que os professores do sistema oral devem se dedicar à publicação de obras especiais sobre o assunto. Aprovado em 11/09/1880.

Definição 6

Considerando-se os resultados obtidos por meio de várias pesquisas realizadas a respeito de surdos-mudos de todas as idades e condições que haviam se evadido da escola há muito tempo, e que quando tinham de responder a perguntas sobre diversos assuntos, responderam corretamente, com clareza de articulação suficiente e conseguiram ler os lábios de seus interlocutores com grande facilidade, Declara:

a) Que os surdos-mudos ensinados pelo método oral puro não se esquecem, após

ter deixado a escola, os conhecimentos que lá adquiriram, mas os desenvolvem continuamente através das conversação e da leitura, quando estas são facilitadas.

b) Que em sua conversação com pessoas ouvintes, os surdos-mudos fazem uso exclusivo da fala.

c) Que a fala e a leitura labial, muito longe de terem sido abandonadas, são desenvolvidas através de prática. Aprovado em 11/09/1880..

Definição 7

Considerando-se que o ensino de surdos-mudos através da fala tem exigências peculiares; considerando-se também que a experiência dos professores de surdos-mudos é quase unânime, Declara:

a) Que a idade mais favorável para admitir uma criança surda na escola é entre oito e dez anos.

b) Que o período letivo deve ter ao menos sete anos; mas preferencialmente oito anos.

c) Que nenhum professor pode ensinar um grupo de mais de dez crianças no método oral puro.

Aprovado em 11/09/1880.

Definição 8

Considerando-se que a aplicação do método oral puro nas instituições
onde ele ainda não esta em pleno funcionamento, deve ser - para evitar um
fracasso do contrário inevitável - prudente, gradual, progressiva.

Recomenda:

a) Que os alunos com ingresso recente nas escolas devem formar um grupo em
si, onde o ensino poderia ser ministrado através da fala.

b) Que estes alunos devem absolutamente ser separados de outros alunos que
tiveram defasagem no ensino através da fala, e cuja educação será finalizada
através de sinais.

c) Que um novo grupo oralizado seja estabelecido todos os anos, e que todos os
alunos antigos que
foram ensinados por sinais terminem sua educação.

Aprovado em 11/09/1880.


Obviamente vocês já perceberam que a causa do oralismo puro já era
vitoriosa, por causa do número de presentes de sujeitos ouvintistas; assim
demonstrou-se que o triunfo do oralismo puro já estava determinado antes mesmo
de o congresso iniciar.

O que aconteceu depois?

Após o congresso, a maioria dos países adotou rapidamente o método
oral nas escolas para surdos, proibindo oficialmente a língua de sinais, decaiu
muito o número de surdos envolvidos na educação de surdos. Em 1960, nos

Estados Unidos, eram somente 12% os professores surdos como o resto do
mundo.

Em conseqüência disto, a qualidade da educação dos surdos diminuiu e
as crianças surdas saíam das escolas com qualificações inferiores e habilidades
sociais limitadas.

Ali começou uma longa e sofrida batalha do povo surdo para defender o
seu direito lingüístico cultural, as associações dos surdos se uniram mais, os
povos surdos que lutam para evitar a extinção das suas línguas de sinais.


_


_


Vídeo editado em 15 minutos pela equipe de Delegados Surdos que participaram do CONAE 2010. É uma história que representou o "Congresso de Milão".

Os delegados surdos e aliados ouvintes lutaram bravamente pela manutenção das escolas de surdos mas foram massacrados com forte lobby e manipulação por parte da equipe do MEC que influenciou na votação dos delegados ouvintes que não conhecem as especificidades linguisticas e culturais do povo surdo.

_

terça-feira, 12 de junho de 2012

Oito Mistérios Que "Abalam" A Astronomia.

Espaço | 05/06/2012 10:21

A revista científica Science publicou alguns dos principais mistérios que ainda não foram resolvidos pela astronomia. O primeiro deles é sobre a energia escura.

Isso porque há exatos 14 anos, os astrônomos descobriram a existência de energia escura no Universo. Desde então, muitos estudos foram feitos, mas os cientistas ainda não desvendaram o que essa energia realmente é.

Duas equipes de astrônomos e astrofísicos estudaram explosões estelares, as supernovas, para medir como o Universo se expandiu durante esses 13,7 bilhões de anos de vida. Com isso, eles esperavam descobrir que essa expansão deveria ficar cada vez mais lenta. No entanto, ela está em processo de aceleração devido a esse fenômeno da energia escura.

Segundo a Science, a natureza da energia escura pode ser o maior mistério da cosmologia e astrofísica. E ele pode permanecer assim para sempre, já que os especialistas não sabem como poderão fazer experiências para concluir sobre a origem da energia escura.

Matéria escura.

Muitos astrônomos acreditam que a matéria escura consegue fornecer a gravidade que mantém as galáxias unidas. A matéria escura e a energia escura são componentes importantes para o Universo, mas misteriosos.
Apesar dos cientistas acreditarem que essa matéria pode explicar o campo gravitacional que une os corpos celestes, eles ainda não sabem o que ela é. No entanto, é possível que algumas de suas partículas sejam detectadas dentro de alguns anos.

 Enquanto isso não acontece, a temperatura dessa matéria permanecerá sem resposta. Há quem diga que ela é gelada. Mas alguns pesquisadores acreditam que ela pode ser bem quente.


Bárions desaparecidos.

Segundo a Science, para descrever o Universo é preciso saber o que há nele e onde estão os componentes. Porém, até agora, os pesquisadores estão longe de completar esse quadro. Depois da energia escura e da matéria escura, outro mistério astronômico está nos bárions.

Eles são um termo genérico para descrever as partículas subatômicas, tais quais os prótons e os nêutrons. Os astrônomos acreditam que cerca de 10% da massa bariônica do Universo está nas galáxias. Por sua vez, os gases quentes intergalácticos formam 10% do Universo. Além disso, outros 30% são compostos por nuvens de gases frios.

O problema é que 50% das partículas restantes ainda não foram localizadas pelos cientistas. Elas fazem parte do Universo, mas ninguém sabe onde eles estão.


Explosões estelares.

Uma supernova é a explosão de uma estrela maciça em estágio avançado de evolução. Portanto, depois da estrela brilhar por milhares de anos, ela se transforma em uma bola de fogo de intensa iluminação.
Apesar da supernova já ser conhecida na astronomia, pouco se sabe sobre o processo que antecede essa explosão estelar. Por isso, esse processo já é objeto de estudo da ciência há décadas.

Mas os pesquisadores ainda não desvendaram o que acontece dentro da estrela que conduz a uma explosão, nem a forma como ela acontece.



Reionização do Universo.

Segundo a teoria do Big Bang, a explosão que deu início ao Universo como o conhecemos aconteceu há 13,7 bilhões de anos. Porém, há uma lacuna na história do Universo com relação aos átomos.

Aproximadamente 400 mil anos depois do Big Bang, prótons e elétrons esfriaram o bastante e formaram átomos estáveis de hidrogênio.

Porém, milhões de anos depois, alguma força misteriosa retirou elétrons desses átomos e formou íons. O problema é que eles não têm um número estável de elétrons. Por isso, são mais propensos a reações.



Raio Cósmico.

Os cientistas sabem que 89% dos raios cósmicos são compostos de prótons simples, ou núcleos de hidrogênio. O restante são núcleos de hélio, com núcleos mais pesados, elétrons e antimatéria.

Porém, há 50 anos no Novo México, EUA, astrônomos descobriram uma partícula extremamente energética. Ela é um raio cósmico que vaga pelo universo com uma energia tão alta que não podia ser produzido por nenhum processo conhecido até então.

 Alguns pesquisadores acreditam que ele foi originado fora da Via Láctea. Dados retirados de detectores nos últimos anos têm fornecido algumas pistas para a sua origem, mas, por enquanto, sua fonte permanece desconhecida.



Diversidade Planetária.

Diversos tipos de planeta compõem o universo. Eles são de vários tamanhos e possuem as composições mais distintas. Alguns são quentes, outros frios. Há também os rochosos, os gasosos, os grandes e os pequenos. O Sol é o responsável por unir essa diversidade em torno de si.

Hoje, alguns enigmas como a composição de Mercúrio, cuja maior parte do núcleo é de ferro, mas que contém uma fina camada rochosa, além do campo magnético distorcido de Urano são alguns exemplos dessa diversidade sem explicação científica. Eles atormentam os astrofísicos, que não parecem estar próximos de alguma descoberta.



Coroa Solar.

Não é nenhuma novidade que o Sol é extremamente quente. A temperatura no interior do Sol, onde acontece a fusão nuclear, ultrapassa os 16 milhões de graus Celsius. A temperatura é mais baixa na superfície, próxima aos 5 mil graus Celsius.
Mas o grande mistério está na Coroa Solar. Lá, a temperatura ultrapassa a casa do 1 milhão de graus Celsius. Essa energia é o suficiente para gerar temperaturas muito altas e o campo magnético do Sol é forte o bastante para levar a energia até o campo magnético por meio de uma dissipação de calor a partir do núcleo. Porém, a explicação e os detalhes do processo estão longe de ser um consenso científico.

 Publicado pela Exame Online.

_

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Biólogos esclarecem mistério de 'criatura marinha' no Golfo do México.

Imagens de "monstro" marinho intrigam cientistas.


Imagens captadas por um robô da Petrobras nas proximidades do campo de Cascade, no Golfo do México, intrigam cientistas.

Alguns acreditam que seja uma placenta de baleia ou uma medusa gigante da família Ulmaridae, descoberta pela primeira vez em 1967 por FS Russel.

_


_


O mistério sobre o vídeo exibindo uma suposta "criatura marinha não identificada" captado por um robô da Petrobras nas proximidades do campo de Cascade, no Golfo do México, foi finalmente esclarecido por especialistas.

A pedido da BBC Brasil, biólogos brasileiros assistiram às imagens e deram o veredicto mais provável sobre o "corpo estranho". Segundo eles, pela consistência do material, a "criatura" seria, na verdade, a placenta de uma baleia recém-expelida.

"As características do material assemelham-se às da placenta de uma baleia. A coloração esbranquiçada em algumas áreas é típica do contato da carne com a água salgada do mar", diz o biólogo Marcelo Szpilman, diretor do instituto ecológico Aqualung.

Além disso, o material não possui movimento, sendo levado pelas correntes, o que invalidaria a tese de que se trata de um animal vivo", acrescentou Szpilman.

Segundo biólogos, a placenta poderia ser de uma baleia de grande porte que habita grandes profundidades, como o cachalote.

Hospedado no YouTube, o vídeo, de aproximadamente 6 minutos, causou alvoroço nas redes sociais, com mais de 500 mil visualizações desde que foi publicado em 27 de abril.

Em meio à polêmica, usuários do site lançaram suposições sobre o que seria a "criatura". Alguns garantiam se tratar de uma "água viva gigante"; outros, apenas de uma "rede de pesca" nas profundezas do Oceano Atlântico.

O vídeo, captado no dia 25 de abril, possui as logomarcas da Petrobras e da empresa americana Oceaneering.

A Oceaneering foi contratada pela petrolífera brasileira para operar equipamentos conhecidos como ROVs (veículo submarino operado remotamente), uma espécie de minisubmarino, que, dotado de câmeras de vídeo e sensores, monitora em tempo real o funcionamento da exploração e produção de petróleo no fundo do mar.

Em outubro de 2008, vídeo de lula gigante lutando contra robô da Petrobras foi parar na internet.

A Petrobras não confirma oficialmente a autoria do vídeo.

No final de fevereiro passado, a petrolífera brasileira começou a produzir no campo de Cascade, localizado a 250 quilômetros da costa do Estado americano da Louisiana, no Golfo do México, através do poço Cascade 4.

A exploração, a 8 mil metros de profundidade vertical (sendo 2,5 mil metros de lâmina d'água), é feita através do navio-plataforma BW Pioneer, com capacidade para processar 80 mil barris de óleo e 500 mil metros cúbicos de gás por dia.
Lula gigante

Não é a primeira vez que imagens de criaturas estranhas são captadas no fundo do mar.

Gravado em 26 de outubro de 2008, um vídeo exibindo uma lula gigante enroscada em um ROV da Petrobras durante a instalação de um gasoduto na bacia do Espírito Santo foi, segundo especialistas, uma das raríssimas cenas em que se pode observar o animal vivo.

_

Como consertar CD riscado?

Você está mandando muito bem como o DJ da festa com os amigos até colocar aquele CD animado e descobrir que ele está cheio de riscos.

Para não fazer a festa miar e acabar com sua reputação de moderninho da turma, basta recorrer a um truque muito simples: coloque um pouquinho de pasta de dentes em um chumaço de algodão e esfregue delicadamente no CD, em movimentos de dentro para fora. Depois remova o excesso de pasta com água, enxugue bem e pronto.

A dica funciona porque os CDs são feitos de policarbonato, um tipo de plástico. Riscos na superfície podem desviar a luz do laser que lê os dados do disco. A pasta de dentes funciona como um abrasivo leve, polindo o CD e removendo os riscos que faziam a música pular. Simples!

A série "Urawaza" foi produzida pela TV iG e roteirizada por Alex Baldin. A palavra significa "gambiarra" em japonês, ou quem sabe "dar um jeitinho".

Cada episódio da série traz dicas bem-humoradas para se resolver pequenos problemas e dificuldades do dia a dia.


_

_




Como evitar manchas de suor na camiseta?

Não adianta mudar o desodorante: aquelas desagradáveis manchas amareladas teimam em aparecer nas mangas de suas camisas.

Para evitar que peças novas tenham o mesmo fim, basta seguir a dica do vídeo: aplique uma camada de spray adesivo no avesso da roupa, desvire o tecido e passe com o ferro quente. A cola vai funcionar como um selante que barra a sujeira de entrar nos fios, impedindo assim a formação das placas amareladas. Prontinho.

A série "Urawaza" foi produzida pela TV iG e roteirizada por Alex Baldin. A palavra significa "gambiarra" em japonês, ou quem sabe "dar um jeitinho".

Cada episódio da série traz dicas bem-humoradas para se resolver pequenos problemas e dificuldades do dia a dia.


_


_

Como correr mais rápido?

Na série Urawaza, aprenda uma dica para correr mais rápido mesmo fora de forma.

Coloque um elástico de tira de borracha em volta do calcanhar e estique até enganchar no dedão do pé. Torça a borracha no meio até formar um oito.

O truque funciona porque a tira de borracha faz a ponta do pé se estender e contrair mais do que o normal, o que aumenta a impulsão de cada passada ao longo da corrida.

_


_

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Tem 16 anos e resolveu um enigma de Newton de 300 anos!

º



Isaac Newton ficou pra trás.

Não, não estamos contestando a genialidade do cientista. É que um menino indiano de 16 anos  acaba de resolver um problema matemático que Newton deixou ao morrer, mais de 300 anos atrás. Shouryya Ray, que mora com a família na Alemanha desde os 12 anos, descobriu a solução de um enigma relacionado ao movimento de projéteis no ar que antes só havia sido calculado por computadores.

A façanha do jovem foi calcular com precisão o caminho de um projétil sob a ação da gravidade e sujeito à resistência do ar – problema elaborado no século 17 por Newton. Até hoje, matemáticos só foram capazes de solucioná-lo parcialmente. E não para por aí: o garoto resolveu um segundo problema. Este lidava com a colisão de um corpo em uma parede e foi proposto durante o século 19.


O jovem cientista indiano Shouryya Ray radicado na Alemanha.

 
“Quando explicaram pra gente que não havia solução, eu pensei comigo mesmo: ‘bem, não há problema em tentar‘”, disse Shouryya. Ok, mas para quê? Shouryya mostrou que é capaz de calcular a trajetória do vôo de uma bola de tênis e prever como ela vai bater em uma parede. De acordo com os cientistas, a resolução do problema pode contribuir bastante para os estudos de balística, a parte da física que estuda o movimento dos projéteis, especialmente das armas de fogo.

A solução do problema não foi divulgada.

Fonte: Paraíba.Com.




º